Auto News Transmissão ditou desistência de Hugo Lopes no Rallye Vidreiro

Estando na 3ª posição da competição monomarca, o piloto de Viseu deixou em ‘casa’ o Ford Fiesta R2, alinhando com o Citroën Ds3 R1 e centrando assim as suas principais ambições no troféu da Inside Motor.

Na sexta feira, logo na primeira especial, a equipa não entrou bem, ao raspar com o Ds3 R1 num pneu que servia de barreira, com o mesmo a ficar alojado na cave de roda mais de metade da 1ª especial, fazendo a equipa perder algum tempo. Para as especiais seguintes, tudo correu melhor com a equipa a registar tempos nos 3 primeiros do troféu, terminando o dia na 3ª posição.

Para o dia de sábado e com uma grande margem de vantagem para o 4º classificado, a dupla partiu motivada em fazer uma prova sem erros e levar o Ds3 R1 até ao pódio final e amealhar mais um excelente resultado e pontuação para a competição. Quando nada o previa, no decorrer da 6ª especial, uma transmissão cedeu e foi o final antecipado do rali para a equipa da AMSport.

Em jeito de balanço, Hugo Lopes salienta que, “estou um pouco desanimado com o desfecho do rali. Não tive um bom ritmo durante o pouco rali que fiz, mas estava mesmo confiante em fazer uma boa prova, apesar de voltarmos a ir para o rali sem efectuar qualquer teste com o carro! Um susto logo na 1ª especial fez me perder essa confiança e naqueles trocos com médias altíssimas é complicado voltar a recuperar pois não permitem muitos erros!

Ainda assim a prova estava a ser produtiva, tinha o 3º lugar praticamente garantido e eram pontos muito importantes que íamos acumular para o troféu e agora as contas ficam mais difíceis! Vamos analisar bem as provas anteriores, para melhorarmos e chegarmos mais perto dos nossos mais directos adversários!”

A próxima prova será o Rali União de Freguesias do Marco de Canaveses nos dias 1 e 2 Julho.