Auto News Miguel Lobo progride na Covilhã

Depois da boa performance na Falperra, a etapa-rainha da temporada, o jovem de Paços de Ferreira continuou a senda de boas exibições, apesar de desconhecer completamente o traçado da rampa da Beira Baixa.

Miguel Lobo, porém, mostrou-se agradado com a tecnicidade do layout covilhanense e desde as subidas de treinos que mostrou um ritmo forte, progredindo consistentemente ao longo de todo o evento, enquanto se readaptava ao Audi RS3 LMS, depois ter disputado a Falperra ao volante de um SEAT Leon TCR.

No final, e muito embora tenha sido obrigado a ultrapassar um concorrente numa das suas melhores subidas de prova, terminou a Rampa da Covilhã no décimo primeiro lugar e em segundo entre os verdadeiros carros de Turismo. “Gostei muito desta prova, tem um traçado exigente e técnico que nos obriga a dar o nosso melhor. Fui aprendendo sempre que entrei no carro, evoluindo progressivamente e o décimo primeiro posto da geral é um resultado muito positivo até por que à minha volta ficaram pilotos experientes e que conheciam bastante bem a rampa”, afirmou Miguel Lobo.

O piloto de vinte e quatro anos faz um balanço muito positivo da sua passagem pela Covilhã, mostrando o seu progresso ao longo da temporada do Campeonato Nacional de Montanha. “Já sabíamos que seria uma temporada difícil, uma vez que esta é uma disciplina completamente nova para mim e que é muito particular. Julgo que estou a evoluir gradualmente ao longo da temporada e aqui na Covilhã já evidenciei uma melhor adaptação à Montanha, como demonstra o resultado. Julgo que este décimo primeiro lugar é muito positivo, mas vamos continuar a trabalhar para melhorarmos ainda mais na restante temporada”, sublinhou o piloto apoiado pela Divercol, Nacex, Maroco, PT Motor, Goldlable, Devesa Combustíveis, Bullseye, Givachoice e Soarijoia.

Miguel Lobo terá já no próximo fim-de-semana em Braga a segunda ronda do Single Seater Series, que agora se chama Fórmula Ford.