Auto News José Mendes Baja do Pinhal

Após a desistência na Baja Capital dos Vinhos de Portugal devido a um “problema mecânico”, José Mendes e Álvaro Silva sentem-se “um pouco frustrados com os resultados, já que, não temos conseguido traduzir em pontos o andamento demonstrado, primeiro uma penalização no Algarve que nos retirou um segundo lugar e agora um problema mecânico que nos obrigou a desistir quando estávamos novamente a discutir o pódio.”

Para esta corrida disputada relativamente perto de casa, a dupla de Abrantes só tem em mente uma palavra: “atacar! Temos que, como se costuma dizer, andar para a frente, sob pena de deixarmos os nossos adversários afastarem-se demasiado e ficarmos irremediavelmente arredados da luta pelo título”.

O Mitsubishi Pajero foi alvo de uma revisão profunda pois “a corrida de Reguengos é sempre muito dura para a mecânica e castiga muito os carros, por isso, além de resolvermos o problema que nos levou à desistência, fizemos uma boa revisão ao carro por forma a encararmos esta prova com a máquina em perfeitas condições.”

A Escuderia de Castelo Branco preparou para os concorrentes na sexta-feira, uma dupla passagem pelo prólogo de 9570 metros, já sábado um sector selectivo de 190km e outro com quase 137km completam o programa.