Auto News Félix da Costa luta ao máximo em fim-de-semana difícil da MS Amlin Andretti

Se no dia de ontem, na primeira corrida ficou bem evidente que os monolugares da MS Amlin eram os menos competitivos de toda a grelha, com Félix da Costa a terminar no 16º lugar, logo na frente do seu colega de equipa - Robert Frijns, o piloto luso referiu que "foi uma corrida muito complicada, simplesmente não tivemos o mínimo de ritmo para puder lutar com os nossos adversários. Ainda tentámos uma estratégia que nos ajudasse em situação de safety car, mas isso não aconteceu e este foi o máximo possivel num dia muito complicado para toda a nossa equipa".

Já hoje teve lugar a segunda corrida de Berlim, com a equipa a MS Amlin Andretti a proceder a grandes alterações no set up dos carros da equipa, o que resultou numa melhoria clara na performance de ambos - Félix da Costa e Frijns, no entanto e apesar da boa corrida de AFC, o 11º lugar foi o resultado possível, que o piloto de 25 anos considerou o "uma boa evolução, que apesar de não me ter permitido entrar nos pontos, mostrou que fomos na direcção certa. Estamos longe, muito longe dos nossos adversários mas estamos unidos e sabemos que o resto desta época será difícil. Queremos já começar a pensar e trabalhar na próxima temporada e evoluir o carro nessa direcção", finalizou o piloto oficial da BMW, que viu Felix Rosenqvist vencer a corrida de Sábado, com Sebastien Buemi a superiorizar-se na de hoje.

A próxima corrida da Fórmula E terá lugar em Nova Iorque nos dias 15 e 16 de Julho, até lá Félix da Costa continua empenhado nas suas participações e compromissos com a BMW a nível de competições de GT.