Auto News Baja TT do Pinhal

Durante dois dias, as pistas definidas pela Escuderia Castelo Branco para mais esta ronda dos respectivos campeonatos vão ser o palco de discussões que se antevêem emocionantes até ao derradeiro controlo de tempos.

Já na semana da prova, ultimam-se os preparativos para mais esta jornada pontuável para as competições nacionais. Entre os automóveis, foram quatro as dezenas de inscrições que chegaram à sede da Escuderia Castelo Branco. Entre os 40 concorrentes, estão todos os nomes que têm lutado pelos principais lugares de cada prova já realizada em 2017. Ricardo Porém chega ao Pinhal Interior como líder. O piloto da Ford Ranger tem 50 pontos, mais 13 do que Pedro Ferreira que, com dois pódios já alcançados, é o segundo classificado. João Ramos está em terceiro e procura voltar aos bons resultados, depois de uma vitória e um abandono.

No T2, Rui Sousa surge destacado aos comandos da sua Isuzu. Em modelo da mesma marca, César Sequeira quer encurtar os oito pontos de desvantagem. Já no T8, a luta pelo primeiro lugar está ao rubro. Os dois primeiros estão separados por apenas dois pontos. Nas pistas entre Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, Georgino Pedroso e Hugo Raposo vão querer repetir as vitórias – cada um tem uma – mas terão de contar com a concorrência que também procura vencer.

Para o director de prova dos automóveis, “a Baja TT do Pinhal e a Escuderia Castelo Branco voltam a merecer a confiança dos principais pilotos e equipas que normalmente competem nos campeonatos nacionais. Para a edição deste ano, a organização optou por manter a estrutura e optimizar alguns aspectos em relação à prova da última época”, afirmou Nuno Almeida Santos.