Auto News Single Seater Series com arranque impetuoso no Estoril

A época das Single Seater Series começou com corridas animadas e cheias de intensidade. Várias trocas de posições, momentos de tensão e discussões pela classificação bem aguerridas foram a imagem de marca de dois confrontos espectaculares. No primeiro, Miguel Matos e Miguel Lobo começaram por se distanciar, mas primeiro tiveram de ultrapassar Hugo Hernandez, que partiu mais atrás, mas fez um arranque canham. Os dois Miguel estavam concentrados em discutir a vitória e distanciaram-se. Até que Duarte Pires começou a recuperar e, num último esforço, conseguiu passar Lobo que após a ultrapassagem acabou por fazer um erro e perder mais algumas posições, terminando em sexto. A “jogar em casa”, o piloto Alfacinha ainda tentou o assalto à liderança, mas Matos não o permitiu.

Destaque para a rapidez e a consistência evidenciadas por Duarte Carvalho que, na estreia, não só venceu entre os rookies como ainda terminou em terceiro. Hugo Hernandez, de apenas 16 anos, terminou em quarto depois de um início canhão e Diogo Sousa fechou o top-five. Entre os gentlemen driver, Paulo Vieira venceu entre os VJ16 e Rafael Murjal destacou-se nos Fórmula Kent. Na segunda corrida, Duarte Pires foi quem melhor soube tirar proveito de todos os incidentes e incidências. Primeiro, e quando o todos rodavam juntos, um toque na recta interior levou à entrada do safety-car. Ao mesmo tempo, Miguel Matos, que era primeiro, foi penalizado por falsa partida e caiu para último. Diogo Sousa herdou o comando e quando o safety-car regressou às boxes e fez tudo para obter o triunfo. Duarte Pires tinha outros planos, pois queria ganhar perante o seu público e atacou até uma espectacular ultrapassagem no final da recta da meta. A discussão foi emocionante ao ponto de quando terminam a bandeira de xadrez estão separados por 0,3 segundos.