Auto News Pedro Marques vingou-se do resultado da Penha na Rampa da Falperra

Mas não se pense que a prova foi fácil para o piloto de Braga, como explicou: “ no cômputo geral correu bem, balanço muito positivo, mas mesmo assim debati-me com alguns problemas no turbo, que foi sendo resolvido pela minha equipa de assistencia ao longo do fim de semana”.

Mas Pedro Marques também mostrou desagrado com a organização da Rampa da Falperra, dizendo “para ser franco, não entendo esta organização na minha terra, que é Braga, pois pelos vistos para o Clube Automóvel do Minho, os pilotos europeus são tudo, e para nós, os pilotos portugueses, que completamos e de que maneira a lista de inscritos somos, e desculpem-me a expressão , “os pretos”. Não entendo a diferença de tratamento, isso motivado pelos regulamentos vigentes, pois no Campeonato Nacional de Montanha contas as duas melhores subidas, e no Campeonato Europeu conta apenas uma.Por isso não vou ao pódio o que não concordo, não está certo.É muito injusto, e não está certo.Tive o azar de falhar uma subida com os problemas no turbo e outros, e agora lixei-me, o que não está certo”.

Perante este cenário, Pedro Marques acrescentaria: “os pilotos do Europeu de Montanha cumprem os regulamentos deles, e nos que participamos no Campeonato Nacional de Montanha deveriamos cumprir os nossos, é taõ simples quanto isso, só que isto como está não é justo", concluiu.