Auto News Paulo Neto Sport faz balanço do Vodafone Rally de Portugal

Se os pontos recolhidos, depois da obtenção do terceiro lugar das duas rodas motrizes do Campeonato Nacional de Ralis, se podem considerar uma recompensa, a verdade é que Paulo Neto / Vitor Hugo tiveram uma prova bem complicada no Vodafone Rally de Portugal.

“Já sabíamos que ia ser uma prova muito dura e complicada para todos os pilotos, devido ao facto de encontramos os troços muito deteriorados pela passagem dos concorrentes do mundial. Porém, para nós foi ainda mais complicado devido aos muitos azares que tivemos”, explica Paulo Neto, contando que “no primeiro troço que disputamos, Caminha 1, uma pedra no meio do troço rebentou o pneu e afetou a caixa de direção, levando a que ficássemos sem direção assistida para o resto da primeira etapa, já que o problema não se conseguiu resolver na assistência. Tal facto obrigou-nos a um enorme esforço físico e quase pensamos em desistir. Na segunda etapa, já com o carro em condições, vencemos os três troços e com alguns azares alheios, conseguimos mesmo assim atingir o pódio e somar importantes pontos nas duas rodas motrizes, o que nos aproxima do segundo lugar desta competição. Queria ainda salientar o muito público que acompanhou o rali e que nos apoiou imenso, provando mais uma vez que se trata de uma modalidade que move multidões e que é muito acarinhada pelos adeptos portugueses”.

Para terminar, Paulo Neto quer deixar “um voto de rápidas melhoras ao José Pedro Fontes e à Inês Ponte depois do acidente que tiveram no início do rali. Esperamos que regressem rapidamente ao Nacional de Ralis”.

A Paulo Neto Sport conta com os seus parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis e Cision, bem como com a assistência da P&B Racing para a temporada de 2017.