Auto News Horst Baptista nem sequer chegou a alinhar na Rampa da Falperra

O problema é que o carro de origem francesa pouco andou, pois ao experimentar o carro,numa passagem de caixa o carro fez um barulho estranho e saiu um pouco de fumo branco pelo frente. Horst Baptista trouxe o carro para a oficina, onde foi confrontado com a má noticia, como contou: “na realidade quando cheguei à Auto Mapusi, e o Sr.Mário verificou o que tinha acontecido nem queria acreditar. O turbo tinha partido....Ainda se pensou tentar arranjar outro, mas já estava tudo em cima da hora, e tal não foi possivel".

"Assim só para o circuito de Vila Real é que deverei voltar a colocar o Renault 5 GT Turbo em pista.Foi pena este contratempo, pois estava animado e confiante que iria conseguir fazer uma boa posição na Rampa, mas agora quanto à Falperra….só para o ano”, disse  um bocado desapontado com toda esta situação .

"Dou os meus parabéns a todos pela prova que fizeram,e agradeço aos meus apoios pela compreensão e atenção demonstrada", concluiu o piloto.