Auto News Filipe Nogueira estreou C2 em Baião Amarante

A prova pontuável para a Taça Nacional de Ralis Terra contou com uma lista de participantes de grande qualidade com a presença de alguns pilotos internacionais.

Filipe Nogueira partiu para a prova centrado essencialmente em fazer a aprendizagem ao carro neste tipo de piso e fazendo algumas melhorias, contando nesta prova com a preciosa ajuda do co piloto Luís Ramalho.

A prova não foi contudo fácil, pois como refere o piloto, “fomos condicionados durante todo o rali por um problema de suspensão. Uma fuga de óleo num amortecedor condicionou a nossa prova onde poderíamos ter feito cronos muito interessantes e uma melhor adaptação ao C2.

Depois de um erro meu na super especial onde falhei uma travagem, entramos na especial de BAIAO 1 com vontade de recuperar e conseguimos um bom registo e aproximamo-nos das viaturas de duas rodas motrizes. Na especial do Marão o problema de tracção e a dificuldade em andar no mau piso reflectia-se muito mais, o que nos condicionava muito e não nos permitia lutar de igual para igual. Mesmo limitados, vencemos com boa vantagem todas as passagens na classificativa de Baião onde conseguíamos minimizar o problema com que nos deparamos durante toda a prova. Por tudo isto terminamos o rali muito satisfeitos, porque nos divertimos bastante com o C2 em terra, corri em "casa" perante muitos amigos e familiares e sem dúvida nas melhores e mais belas classificativas de ralis do mundo, o que como Baionenses me deixa orgulhoso.

Merecemos todos, pilotos e Baionenses ter o "nosso rali" no Campeonato Nacional. Parabéns à organização e aos Municípios de Baião e Amarante, ficando também alguns agradecimentos especiais ao público que nos apoiou e incentivou na estrada, à nossa equipa de assistência e um muitíssimo obrigado ao Luís Ramalho pela ajuda, pelo privilégio de ter ao meu lado uma pessoa e um navegador excepcional com uma competência extrema”.~

Também Luís Ramalho estava satisfeito com o desfecho do Rali de Baião! "Foi com muito prazer que aceitei o desafio para participar com o Filipe no Rali de Baião Amarante. A prova não foi fácil, uma vez que a suspensão do C2 desde muito cedo condicionou as prestações, mas os percursos fabulosos, associados a uma condução irrepreensível da parte do Filipe acabaram por tornar a participação numa jornada muito proveitosa. Espero, sinceramente, poder repetir esta experiência, deixando um obrigado ao Filipe e a toda a equipa pela forma como me receberam”.

Filipe Nogueira e Luís Ramalho levaram o Citroën C2 R2 ao 6º lugar da classificação reservada aos X5, sendo ainda o 2º melhor entre os carros de duas rodas motrizes.