Auto News Félix da Costa de volta aos pontos no Mónaco

As coisas até nem começaram bem a Félix da Costa, que não foi além do 16º lugar na qualificação, depois de se ter queixado de "falta de grip. A maioria dos nossos adversários utilizou pneus já usados e nós com pneus novos, acabámos por ser penalizados por isso. Estranhamente aqui na Fórmula E por vezes os pneus novos não são tão rápidos na fase inicial.", referiu AFC, que viria então a largar da 8ª fila da grelha para a corrida que terminou há pouco.

Com toda a garra que lhe é reconhecida, o piloto luso entrou ao ataque e lugar após lugar, foi subindo na classificação até chegar ao 9º lugar final. Para o piloto de 25 anos este foi "um bom desfecho. Num fim-de-semana difícil, com a má qualificação que tivemos, conseguimos salvar o dia com este 9º lugar. Obviamente que quero ganhar mas nesta fase temos de ser realistas, trabalhar duro para melhorar a nossa performance. Hoje este foi o resultado possível, foi bom voltar aos pontos!", rematou o piloto oficial da BMW, que foi um dos protagonistas desta corrida, subindo sete posições desde o lugar de partida até ao final. Numa corrida onde António Félix da Costa voltou a superar o seu colega de equipa Robert Frijns, a vitória acabou por sorrir a Sebastien Buemi, seguido de Lucas di Grassi e Nick Heidfield a fechar os lugares do pódio.

A Fórmula E continua na Europa e já no próximo fim-de-semana tem lugar a corrida de Paris, onde Félix da Costa irá procurar continuar a melhorar a performance do carro da MS Amlin Andretti.