Auto News Covilhã é a próxima paragem do Nacional de Montanha Valvoline

Na liderança do campeonato tanto em termos absolutos como na Categoria 1, Rui Ramalho e o seu rápido Osella PA2000 Evo 2, serão mais uma vez colocados à prova pelo binómio Pedro Salvador/Silver Car EF10, adivinhando-se mais uma fantástica luta entre os dois favoritos aos mais apetecidos louros, com Paulo Ramalho em Osella PA21s Evo à espreita de um qualquer deslize. Líder no Grupo CM, João Fonseca (BRC CM05 Evo) recebe nesta prova a oposição de Nuno Guimarães e do regressado Joaquim Rino ambos igualmente em BRC.

Na Categoria 2 e depois de uma vitória para Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) e outra para José Correia (Nissan GT-R Nismo GT3), na Serra da Estrela voltará a haver luta frenética pelo primeiro lugar entre estes dois pilotos, com Edgar Reis em Porsche 997 GT3 Cup, na expectativa de poder se imiscuir na luta pelo trunfo, ele que tem tido um início de época mais apagado.

A Categoria 3 voltará a ter nesta prova vários candidatos ao triunfo, com destaque para Pedro Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, João Guimarães em Peugeot 206RC e Sérgio Nogueira em Citroen Saxo Cup. Com Luis Silva e o seu bonito BMW M3 de regresso depois da ausência na Falperra, Manuel Correia voltará a ter alguma pressão para impor o seu Ford Fiesta R5+, ele que saiu triunfante nas duas primeiras jornadas do ano.

Confirmando o seu estatuto como uma das mais disputadas do campeonato, na Categoria 5, o nome do vencedor voltará a ser uma incógnita até mesmo ao final, com Luis Nunes em SEAT Leon MKIII e o líder do campeonato Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6, na linha da frente da luta pelo primeiro lugar do pódio. Tal como habitual, Francisco Marrão estará pronto para aproveitar algum erro para subir na classificação, ele que tripula um mais antigo SEAT Leon Supercopa.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, dominador desde o início do ano, Armando Freitas não está para já inscrito. A confirmar-se a ausência do piloto do Toyota Starlet, a luta pelo trinfo fica entregue a José Magalhães (Toyota Starlet) e a Francisco Leite em Fiat Punto.

Com dois triunfos em outras tantas provas, José Pedro Gomes (Ford Escort MKI) assume-se como o principal favorito ao triunfo no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, ficando para Parcidio Summavielle em Datsun 240Z, Augusto Fernandes e Flávio Sainhas, ambos em Ford Escort MKI, a responsabilidade de tentar dificultar a vida ao líder do campeonato.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, o favorito é Carlos Oliveira em BMW 323i, com oposição a cargo de Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiro, ambos em Ford Escort MKII.

Por último, a Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, conta para já com 3 inscritos, recaindo o favoritismo em Aníbal Rolo (Datsun 1200 Coupé), com José Figueiredo em Datsun 1200 e Domingos Fernandes, a terem também uma palavra a dizer nas respectivas categorias.

De referir que pedido do CAMI, a FPAK aceitou adiar a data de fecho das inscrições. Estas encerram agora na próxima Terça-Feira dia 23.05.2017.

Programa/Horário:

27.05.2017 – Sábado
13H45 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

28.05.2017 – Domingo
10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial