Auto News 50º Ralicross de Mação - Resultados finais

Celmo Guicho (Renault Clio) arrancou da pole-position, colocou-se na frente e ganhou a corrida.

Luís Moreira (BMW 325i) apostava em ser primeiro, mas teve que se defender da armada Peugeot que o perseguia. Daniel Sousa (Peugeot 106) personificou essa oposição, deu luta, mas no final o BMW ditava lei.

Sousa foi assim terceiro, à frente de Ricardo Mendonça (Peugeot 306), Arlindo Martins (Peugeot 306), José Sousa (Peugeot 306) e José Queirós (Peugeot 206).

Santinho Mendes foi a ausência notada. A junta do colaça do motor do Opel Astra queimava e o piloto de Abrantes ficava a ver a corrida do lado de fora.

Meia Final A

Celmo Guicho (Renault Clio) arrancou bem e deixou os adversários a discutirem o segundo posto… e que discussão foi! Graças a isso, o piloto de Vila Real destacou-se e terminou com alguma folga.

Fábio Silva (Peugeot 106) defendia-se dos ataques de Ricardo Mendonça (Peugeot 306). Ainda na primeira volta, Mendonça passou para a frente do grupo e assumiu o segundo posto. Era agora a vez de José Queirós (Peugeot 206) lançar o ataque ao terceiro posto. Conseguia o intento na terceira volta.

Entretanto Fábio Silva ficava pelo caminho à quarta volta com o motor partido e o quarto posto ficou à disposição de Daniel Sousa (Peugeot 106), que ficou na última linha da grelha da final final por 1,2 segundos.

Meia Final B

Santinho Mendes (Opel Astra) partiu como uma bala, mas trazia Luís Moreira (BMW 325i) logo colado. Por sua vez o homem do carro alemão, ainda no segundo lugar, era “assediado” pelo Peugeot 306 de José Sousa, que acaba por levar a melhor. Depois era vez de Moreira recuperar a vice-liderança e Santinho a ganhar com estas lutas.

Luis Moreira parecia que podia respirar de alívio, pois agora era Arlindo Martins (Peugeot 306) quem estava ao ataque e tentava o terceiro posto. Algo falhava com o Peugeot de José Sousa que assim “comprava” o último bilhete para a final e Martins subia para terceiro.

Super Nacional A 1.6

Concorrentes precisam-se nesta categoria. Embora as qualificações sejam disputadas juntamente com a Super 1600, as finais são separadas e por isso Daniel Leal teve que correr sozinho com o Citroen Saxo.  

Concorrentes precisam-se nesta categoria. Embora as qualificações sejam disputadas juntamente com a Super 1600, as finais são separadas e por isso Daniel Leal teve que correr sozinho com o Citroen Saxo.