Auto News Nuno Matos estreia-se em África com 2º lugar - Morocco Desert Challenge

Nuno Matos revelou que inicialmente tiveram alguns problemas com a navegação, mas que rapidamente foram sendo superados. As dificuldades regressaram já mais para o final da etapa, mas não condicionaram a prestação da equipa, que gastou 7h00m22s a cumprir a especial de hoje, tendo ficado a 3m13s do primeiro classificado, o espanhol Javier Herrador.

“Foi uma estreia extremamente dura e muito exigente, mas correu-nos tudo muito bem. Acordámos as 4h00 para chegar ao início da etapa, em Plage Blanche. Inicialmente tivemos alguns problemas de navegação, mas depressa entrámos no ritmo. Do percurso faziam parte pistas rápidas, mas também muitos troços ao estilo trial, que tivemos de transpor com muita cautela. Também passámos pelo leito de um rio, onde vimos carros parados, o que comprova a dureza da etapa, para a qual o próprio diretor de prova nos alertou, ele que no final da especial de hoje nos parabenizou nossa prestação, o que nos deixou naturalmente muito satisfeitos com este início. Estamos também muitos satisfeitos com a prestação do Mokka. O Ângelo e o pessoal da Filipe Sport já estão a trabalhar no carro para que amanhã esteja tudo a 100% e para que possamos continuar a aventura”, refere Nuno Matos.

Amanhã, disputa-se a 2ª etapa desta grande competição africana que ligará Icht a Foum Zguid, num total de 359 quilómetros cronometrados de pistas rápidas, que vão cruzar a maior zona militar do sul de Marrocos e uma paisagem praticamente desértica onde só será possível encontrar alguém nos postos de controlo militar.