Auto News Competisport em bom plano nos Açores

A prova Açoriana é um rali bastante do agrado do piloto do Cartaxo, vindo a marcar presença ano após ano. A edição de 2017 e para não fugir à regra contou com uma grande instabilidade meteorológica e que em nada ajudou as equipas no decorrer das especiais, essencialmente no último dia, onde o muito nevoeiro e alguma lama dificultou bastante a tarefa dos pilotos.

Num rali ainda extenso e exigente foi necessário fazer uma boa gestão da sua corrida e maçanica do EVO, de forma a subir ao pódio final, que era a grande ambição da equipa. Com um ritmo razoável, Luís Mota e Fábio Ribeiro conseguiram estar ilesos aos problemas e normais peripécias da prova e após as 16 provas especiais de classificação subiram a um produtivo 5º lugar final no Campeonato de Ralis dos Açores, vencedores na categoria RC2N.

Para André Mota da Competisport - “os objectivos foram cumpridos em pleno. Fizemos quilómetros e recolhemos mais informação sobre os pneus da MRF em condições diversas. Mais uma vez o EVO 9 preparado pela Domingos Sport esteve em grande nível de fiabilidade e não deu o mínimo problema durante a prova, o que é sempre impressionante dado a dureza e extensão da prova, pois trata-se de uma de cariz europeu.

Em termos de pneus MRF, contamos também com a presença do Alexandre Ramos e da Sandra Ramos que utilizaram no Peugeot 106 Gti em jante 14" e também eles aprovaram plenamente os novos pneus, fazendo um bom rali, conseguindo ascender a 7º da geral, 1º dos VSH com o pequeno 106 Gti”.

A Competisport não pára e depois dos Açores prossegue já este próximo fim de semana, com a 3ª prova da Taça Nacional de Ralis Terra, o Rally Vinho do Dão – Nelas.