Auto News Rafael Lobato vai estar em Vila Real no fim de semana do WTCC para conviver com os adeptos

Recordamos que Rafael Lobato e o Audi RS3 LMS da Veloso Motorsport estarão presentes na prova “caseira” de Vila Real para oferecer autógrafos, conviver com os adeptos e, no domingo, mostrar as capacidades do TCR da Audi ao longo das ruas da cidade transmontana.

Dentro de duas semanas, Rafael Lobato e o Audi RS3 LMS com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo regressarão ao exigente traçado citadino de Vila Real para competir no Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017, onde tem como objetivo a conquista da vitória.

Segundo Rafael Lobato, "é sempre um enorme prazer aceder a estes convites pois permite-me estar mais perto dos adeptos, poder explicar-lhes como funciona o Audi RS3 LMS e, sobretudo, dar a oportunidade a alguns de conhecer por dentro como é feita uma volta ao extraordinário Circuito de Vila Real. Fico um pouco triste por não conseguir estar na ‘minha’ prova ao volante de um WTCC, mas não perco a esperança de nos próximos anos conseguir estar na grelha de partida deste campeonato mundial com carros espetaculares.”


Read More

Auto News Motor a gasolina de 1.2 litros e 3 cilindros turbo PureTech do Grupo PSA eleito de novo “Motor do Ano 2017”

A atribuição do galardão “Motor do Ano 2017” representa, pela terceira vez consecutiva, o sucesso comercial deste motor que está disponível nas variantes de 110 e 130 cv (PureTech 110 S&S e PureTech 130 S&S). Com efeito:

- Desde o seu lançamento em 2014, já foram produzidas mais de 850.000 unidades, nas fábricas Française de Mécanique, em Douvrin (Pas de Calais, França), e Xiang Yang (China). A partir do final de 2017, este motor será também produzido em Tremery (Moselle, França) permitindo dar resposta à forte procura registada, duplicando-se, assim, a capacidade de produção de motores em solo francês. Em 2019 prevê-se que a produção anual seja superior a um milhão de exemplares.

- Equipando um conjunto polivalente de modelos das marcas do Grupo PSA, o motor 1.2 PureTech, nas versões de 110 e 130 cv, tem mais de 90 aplicações comercializadas em 70 países. Já este ano contribuiu para o sucesso comercial das novidades do Grupo, incluindo o novo Peugeot 3008, eleito “Carro do Ano 2017”, e o novo Citroën C3.

- No mercado europeu, a família modular de motores PureTech de 1.2 litros e 3 cilindros representa 1/3 do total de motores a gasolina e diesel do Grupo

Uma oferta com ainda mais performance, amiga do ambiente

Integrando um prazer de condução reconhecido entre as melhores propostas no mercado de baixas rotações, o motor PureTech de 1.2 litros e 3 cilindros turbo continua a progredir e beneficiará de melhorias significativas antes do final do presente ano, com ganhos em performances e consumo (até aos 4%):

- Introdução de um filtro de partículas (GPF - Gasoline Particulate Filter), permitindo a redução das emissões de partículas de mais de 75% e, assim, responder em antecipação às futuras normas europeias e chinesas previstas para 2020.

- Otimização dos rendimentos, nomeadamente devido à evolução dos ciclos de combustão e de uma pressão de injeção elevada aos 250b.

- Redução dos atritos e introdução de um novo turbocompressor.

- Redução das dimensões, permitindo-se, nomeadamente, uma aerodinâmica otimizada (ganho em SCx).

A este propósito, Christian Chapelle, Diretor de Cadeias de Tração e Chassis do Grupo PSA, disse, “Receber este prémio confirma as qualidades e as performances excecionais dos nossos motores a gasolina. Iremos continuar a evoluir o processo de desenvolvimento dos nossos motores de combustão para torná-los ainda mais eficientes e cada vez mais respeitadores do ambiente, respondendo, assim, aos desafios da transição energética”.


Read More

Auto News Fábio Mota corre frente ao seu público em Vila Real

O piloto português chega à sua etapa caseira depois de ter alcançado excelentes resultados no dantesco circuito de Nurburgring – Nordschleife, que se saldaram num terceiro e num segundo lugares, chegando ao clássico traçado transmontano ainda mais entusiasmado e determinado em prosseguir a senda de boas classificações.

A pista citadina de quatro mil e seiscentos metros e vinte e quatro curvas é do agrado de Fábio Mota que no ano passado estava no primeiro lugar da qualificação, na luta pela pole-position, quando uma falha travões na rapidíssima Descida de Mateus o obrigou a um violento embate com os rails.

Apesar da contrariedade, o piloto de Vila Nova de Gaia não virou a cara à luta e na segunda corrida do programa conseguiu recuperar até ao quarto posto, cruzando a linha de meta a pressionar o terceiro classificado.

No próximo fim-de-semana Fábio Mota pretende voltar a mostrar o excelente andamento que evidenciou em 2016 e assegurar resultados semelhantes ou melhores aos que que garantiu em nas montanhas de Eifel. “Nurburgring – Nordschleife e o circuito de Vila Real tem muitos pontos em comum – ambos são rápidos, com muitas curvas cegas, exigentes para os carros e onde os pilotos podem fazer a diferença. Em 2016 estive rápido, mas tive um problema que condicionou todo o meu fim-de-semana, este ano espero continuar competitivo, apesar da concorrência estar mais forte, e poder prosseguir os bons resultados que conquistei na Alemanha”, sublinhou o português.

Regressar a Vila Real é sempre um sentimento muito especial para Fábio Mota, que sempre contou com um forte apoio da população local, esperando retribuir a simpatia dos vila-realenses com o resultado que merecem. “Sempre senti muito carinho em Vila Real, desde os meus tempos do karting, sentimento que se manteve desde a minha primeira corrida de carro na pista transmontana. Seria, portanto, extraordinário poder retribuir todo esse apoio com um triunfo. Sei que não será fácil e nem sequer é algo que posso prometer, as corridas de automóveis são imprevisíveis, mas garanto que vou dar o máximo para que isso aconteça”, assegurou o piloto apoiado pela Würth, Sika, Projectiva, Serafim Marques, Turas, Plastoform, Wetor, Glassdrive, NSS e RM Tech.

O programa da ronda de Vila Real da competição que se assume como a antecâmara do Campeonato do Mundo FIA de Carros de Turismo – WTCC inicia-se no sábado, sendo as corridas realizadas no domingo e transmitidas em directo no Eurosport e no website, TVI Player e Facebook da TVI.


Read More

Auto News Team Ezalo adia presença para o segundo Circuito de Vila Real

Apostado em resolver definitivamente alguns pontos que impediam a plenitude da performance do MG Midget, o Team Ezalo decidiu apostar numa completa reformulação do motor, numa operação complexa e que infelizmente não ficará completa a tempo devido ao já citado problema. Com isto a equipa aponta agora os seus objectivos para uma presença no segundo circuito a realizar em Vila Real, com o MG Midget a ser inscrito nos Supercars, uma das competições que vai estar em pista.

Desalentado, Paulo Miguel refere: “Lamento profundamente a situação, mas nada podemos fazer face ao sucedido. Estávamos optimistas para esta prova, onde esperávamos contar com um carro no topo da sua “performance”, mas assim temos de adiar esta presença para o circuito de Julho, onde vamos certamente marcar presença e cumprir os compromissos publicitários assumidos. Não era nossa intenção atacar em Vila Real, uma vez que as características deste circuito citadino, implicam que qualquer erro se pague muito caro e isso poderia colocar em causa o nosso orçamento para o resto da época. Ainda assim estávamos motivados para melhorar em relação a anos anteriores e estou certo de que o conseguiríamos. Não vamos desanimar, até porque os nossos objectivos principais passam por uma presença forte nas provas que se seguem, Braga e Algarve, onde vamos lutar pelo top 5 do campeonato.”

A equipa agradece o apoio fundamental dos patrocinadores: Ezalo, Cruzfer, Opticalia do Rossio, Lucas Oil, Boteco da Linha, Q&F, Tipografia Lobão, Lynxport, “Clinica Beco com saída”, Minisquadra, PG Auto, Ary Boots, Designar, Della Custom Helmets, Racer Design e do nosso preparador, a GFC Motor.


Read More
News Pike County Murders: Ohio AG touts "laser" focus on Alaskan family

News Pike County Murders: Ohio AG touts "laser" focus on Alaskan family


AND LIKE CARNES REALTY ON FACEBOOK! VISIT THEM HERE



Read More
News Ohio Man Arrested Following Major Seizure of Heroin in S.Ohio

News Ohio Man Arrested Following Major Seizure of Heroin in S.Ohio


AND LIKE CARNES REALTY ON FACEBOOK! VISIT THEM HERE



Read More
Life Insurance What’s Your Excuse? Why People Avoid Life Insurance and Why They Shouldn’t

Life Insurance What’s Your Excuse? Why People Avoid Life Insurance and Why They Shouldn’t

why people do not buy life insurance

Life insurance has proven to be a wise purchase for many, but there are still holdouts who decide it’s not for them. If you’re one of those who feel they just don’t need it, think again. Here are some of the reasons people don’t purchase life insurance policies, and the reasons they should reconsider their decision.

I Don’t Need Life Insurance Because…

1. I don’t have children.

Although having children is an important reason a person should get life insurance, it’s not the only motivation. Anybody who would suffer financially should you die, whether it’s your sister or brother, spouse or partner or a surviving parent, for instance, would benefit from your life insurance coverage.

2. I get life insurance through my job.

Keep in mind that your employer-provided policy will probably not go with you when you leave. Also, that policy might not be enough on its own. You want a policy that pays out enough to cover your final expenses as well as your beneficiaries financial needs.

3. I’m healthy.

Life holds surprises, and a person’s death is one of them. Even the healthiest can face unexpected circumstances that take their lives away. When you’re healthy is also a good time to purchase a policy because poor health can lead to more expensive premiums.

4. I’m not old enough to worry about it.

Actually, purchasing a good life insurance policy while you’re young is wise, whether you have anyone else depending on your income or not. As life goes by your circumstances will change, but a policy purchased when you’re young will carry less expensive premiums than if you wait until you’re older.

5. It’s an unnecessary expense.

Financial obligations can add up, making your month to month budget tight. The good news is, life insurance isn’t as expensive as you might think. Besides, if things are tough now, imagine what would happen to your loved ones should your income not be available.

Think life insurance isn’t a good choice for you? Consider the big picture before making your decision. Explore your possibilities and make policy and cost comparisons and you might find a life insurance policy is a good, affordable way to go.


Read More